Mais de 100 pessoas doam cabelo a pacientes com câncer em Guarulhos

Campanha Amor e Mechas, no salão de Artes do Adamastor Centro - Foto: Sidnei Barros/PMG

O salão de Artes do Adamastor Centro foi tomado pela solidariedade nesta segunda-feira (14). Cabeleireiros voluntários do Instituto Amor em Mechas tiveram muito trabalho para cortar e receber doações de cabelo de mais de 100 pessoas que compareceram ao local para contribuir. Foram arrecadados mais de 10 quilos, volume suficiente para confeccionar 20 perucas que serão doadas a pacientes com câncer.

Também foram arrecadados na Campanha “Doe Amor em Forma de Mechas” bijuterias e lenços, bem como maquiagem lacrada, produtos que serão organizados em kits e distribuídos a pacientes em tratamento quimioterápico ou com alopecia. Fruto de uma parceria entre o Instituto e a Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Referência à Saúde do Idoso (Ceresi), a iniciativa integra a programação do Outubro Rosa na cidade, mês dedicado à saúde da mulher pelo Programa Movimenta Saúde.

Katarine Carbonari de Oliveira Alves, de 20 anos, doou mais de 20 centímetros de seu cabelo para a campanha. Entrou de cabelos longos no Adamastor e saiu com as madeixas na nuca e muito feliz. “Não sou muito apegada ao meu cabelo, minha mãe que era, mas ela soube da campanha, me mandou as informações e me incentivou a doar. Estou fazendo enfermagem e quero trabalhar na área de oncologia. Então pra mim é muito satisfatório fazer isso”, explicou.

No entanto, para ela, a doação tem um significado ainda mais forte: “meu pai teve câncer e eu acompanhei todo o processo. Foi muito difícil. Então, eu sei como fica o psicológico da pessoa em tratamento e sei que a peruca faz muita diferença na vida dela”, resumiu seu ato de amor em forma de mechas. Da mesma forma, Beatriz Nunes da Cunha, também de 20 anos, teve um motivo inspirador para doar: “minha mãe faleceu por conta de um câncer há menos de três anos. Por isso, é uma causa que me solidariza muito e que eu apoio”, disse.

Outra pessoa que entrou com o cabelo na cintura no Adamastor e saiu com ele nos ombros foi Simone Omena Torres, de 29 anos. Ela disse que sempre quis doar e, quando viu a Campanha no Facebook da Prefeitura se inspirou. “Vim assim que soube. Penso que as pessoas devem doar amor, mechas, sangue, o que puder”, indica.

A programação no Adamastor Centro também contou com palestras sobre a prevenção do câncer de mama e sobre a importância da prática de exercícios físicos, bem como com oficina de dança circular, promovida pela a gerente do Tear (serviço da rede de Atenção Psicossocial da Saúde), Denise Antunes. Ela explicou a relação da dança com o Movimento de Mãos Dadas pela Vida, da União e Apoio no Combate ao Câncer de Mama (Unaccam) e iniciou a atividade com a música “O outubro amanhece rosa”, composta por Ronan Teixeira especialmente para a Unaccam.

*Com informações da Assessoria e Imprensa da Prefeitura de Guarulhos