Eniac inaugura 1ª planta da Indústria 4.0 do Brasil, com investimento de R$ 2 mi

Equipamento alemão permitirá salto na capacitação de alunos de cursos técnicos e engenharias e estará disponível para empresas de Guarulhos e região - Foto: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

O Centro Universitário Eniac e o CITIG (Centro de Inovação Tecnológica Innovation/Eniac de Guarulhos) inauguraram nesta terça-feira (26) sua planta da Indústria 4.0, a primeira no Brasil. O equipamento é utilizado por escolas alemãs com o objetivo de difundir na prática os conceitos da indústria 4.0, como realidade aumentada, computação em nuvem, sistemas integrados, internet das coisas e segurança cibernética, entre outros.

Ruy Guérios e a diretora regional de ensino Sul, Maria Aparecida Barretos – Foto: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

Para importação do método, a instituição realizou um investimento de R$ 2 milhões. A planta 4.0 estará agora à disposição dos alunos do Eniac e das empresas de Guarulhos e do Alto Tietê. Durante o evento, foi demonstrado de que forma esse equipamento contribuirá com a indústria e a educação da região. As apresentações foram feitas pelos professores Gilberto Zluhan – diretor de Inovacão do Eniac – e Sebastião Garcia –  coordenador do Citig –, além de Victor Teles, gerente comercial da Festo, importadora que trouxe a planta da Alemanha. O gerente das Américas da empresa, Theodoro Ktistakis, também prestigiou o evento.

Professor Ruy Guérios com alunos da área de robótica – Foto: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

“Nosso principal objetivo com a planta 4.0 é fazer com que o aluno encontre dentro do colégio e da faculdade um ambiente que ofereça os mesmos desafios que ele enfrentará no mercado de trabalho, reduzindo assim o gap de competências que distancia o profissional das vagas de emprego”, afirmou o mantenedor do Eniac, Ruy Guérios.

Professor Ruy Guérios, mantenedor do Eniac – Fotos: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

A planta 4.0, cujo funcionamento foi vivenciado por reitores do Eniac em instituições de ensino na Alemanha, tem como objetivo implementar no Brasil a mesma dinâmica do DUAL promovido pelas escolas alemãs. Lançado no início de 2019, o programa DUAL do Eniac – que combina ensino prático e teórico a partir de parcerias com empresas – supera 1.000 alunos no primeiro ano de implantação. A instituição é pioneira em adaptar a formação de cursos técnicos, tecnólogos e de graduação de acordo com as necessidades das organizações.

Lançado no início de 2019, o programa DUAL do Eniac – que combina ensino prático e teórico a partir de parcerias com empresas

Parceria com a comunidade

O prefeito Guti participou da inauguração e enalteceu a parceria que o Eniac mantém com o município. “Não é a primeira vez que o Eniac toma a iniciativa de ajudar Guarulhos. Quando precisamos de um local para abrigar o Centro de Inovação da cidade foi o professor Ruy que levantou a mão e se colocou à disposição. Hoje, o CITIG é uma realidade e nos traz mais essa novidade, que vai capacitar não apenas os alunos, mas as empresas da cidade terão como se qualificar. Quem ganha com isso é a cidade de Guarulhos”, afirmou o prefeito.

O investimento faz parte de iniciativas do Eniac para promover as atualizações curriculares necessárias para atender às demandas práticas da Indústria 4.0. Por meio do equipamento, alunos vivenciarão aplicações reais dos conceitos de automação, sensores inteligentes, robótica, documentação digital de projetos, análise de performances simulada, automação e gestão da informação etc. “Isso nos permitirá aumentar a integração academia-empresas por meio de requalificações de equipes e apoio técnico à implementação dessas novas tecnologias”, completou Ruy.

Aulão gratuito de tecnologia

O mantenedor informou que em breve o Eniac oferecerá um “aulão” gratuito, no qual o potencial aluno poderá ter contato com a tecnologia, para averiguar se tem aptidão para esse tipo de estudo. Disse que os interessados que se encaixem nos pré-requisitos podem ter o curso custeado por uma empresa que, ao final, certamente irá admiti-lo, pois será mão de obra qualificada.

Equipamentos obsoletos tornam-se úteis

O professor Ruy Guérios disse que equipamentos de informática que se tornaram obsoletos ou mesmo com defeito podem ter grande utilidade na instituição. Segundo afirmou, uma impressora antiga é recebida com alegria pelos alunos, pois sempre há algo que possa ser aproveitado. “Às vezes, pode ter um motor para ser utilizado na montagem de um robô, por exemplo”, comentou. Indagado pelo Click Guarulhos sobre qual o procedimento para que alguém que queira doar um equipamento considerado inservível, respondeu que basta levar à recepção do Eniac, onde há uma caixa para acolher todas as doações, que passarão por triagem para avaliar a melhor forma de aproveitamento.

Serviço

Centro Universitário Eniac (Rua Força Pública, 89 – Centro – Guarulhos)