Cineasta guarulhense busca financiamento coletivo para lançar nova produção cinematográfica

Elenco e equipe de produção com Rubens Mello, 2° da dir. para esq., de camiseta cinza - Foto: Arquivo Pessoal

Rubens Mello, cineasta, ator e vocalista da banda guarulhense Vitrola Mágica, está envolvido em mais uma produção cinematográfica, dessa vez com o longa-metragem “O Aniversário”. Recentemente ele lançou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para a produção, cuja meta prevista é de R$5 mil reais. Para acessar o site da campanha clique aqui.

“O Aniversário” conta a história de Lúcia Bittencourt, ex-atriz que lida com o afastamento de seu irmão Roberto, expulso de casa pela mãe, que agora vive debilitada na antiga casa. Algo de estranho acontece e o possível retorno de Roberto pode revelar o que Lúcia esconde no casarão.

No elenco, Débora Munhyz, uma das damas do cinema Boca do Lixo e protagonista de inúmeras obras da era de ouro do cinema paulista, fará participação especial como matriarca da família. A atriz Thaís Grootveld interpretará Lúcia e o ator Carlin Franco, a personagem Roberto.

A equipe de produção do longa é composta por Felipe Ferracioli (assistente de direção), Ingrid Novak (produção), Kalau (trilha sonora), Letícia Alves (direção de arte) e Paulo Korel (direção de fotografia e pós-produção). O diferencial dessa equipe, segundo o cineasta, são os estreitos laços de amizade que fizeram com que cada um abraçasse a ideia do novo longa com muita garra.

Rubens Mello teve vivência em sets no cinema clássico brasileiro, com nomes da Boca do Lixo como Zé do Caixão. A experiência e o gosto pelo cinema transformaram-no em um realizador competente no ramo do Terror. Precursor da arte cinematográfica na cidade de Guarulhos, Rubens Mello conta que, desde pequeno, é amante de filmes de terror. Ele costumava esperar os pais dormirem para assistir longas do gênero sem interrupções. Rubens já dirigiu filmes como História de Lia, Vermibus, Carniçal, Cinco Cálices e Marta Morta.

Ansioso por transformar mais um roteiro em filme, ele conta que o novo projeto é um sonho, que tenta tirar do papel desde 2012. “Naquela ocasião, tive a oportunidade de encaminhar o projeto para Francisco Lucchetti, que foi colaborador dos filmes do Zé do Caixão e Ivan Cardoso. Ele achou o roteiro bastante interessante, destacando suas imagens fortes e impactantes, o que, segundo ele, garantem uma relação humanizada”.

Para saber mais sobre a produção, acesse as páginas do longa nas redes sociais, no Instagram, Facebook e para colaborar com a campanha, clique aqui.