Você sabe o preço médio do metro quadrado em Guarulhos?

 

São Paulo tradicionalmente é um dos polos econômicos mais importantes do país. Entretanto, estar localizado nessa região tem um alto custo. Desta forma, as áreas ao redor da capital paulista, como a região metropolitana, ganham ascensão por aqueles que procuram um imóvel.

Entre os municípios em destaque está Guarulhos. A cidade é uma das trinta e nove que compõem a Região Metropolitana de São Paulo e a segunda mais populosa do estado, além da 13ª do Brasil. É considerada uma área estratégica para os setores de logística e distribuição, pela conexão de estradas que ligam São Paulo e Rio de Janeiro, além de ser sede de um dos
principais aeroportos da América Latina, dono do maior terminal de cargas do país.

Com isso, a cidade é a 12ª mais rica do país, contribuindo com 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Assim tem atraído investimento e desenvolvimento para a região, gerando emprego e moradia, principalmente com boas opções de apartamentos à venda em Guarulhos.

Pesquisa

De acordo com uma pesquisa realizada pela Brasil Brokers, a cidade vem sendo eleita pelos paulistas como uma das melhores para se morar, por oferecer apartamentos de diversos tamanhos por preços atrativos.

Com mais de 1,3 milhão de habitantes, Guarulhos tem liderado no ranking de lançamento de novos apartamentos. Um levantamento do ZAP Viva Real apontou a liderança da cidade no mercado imobiliário nos últimos dez anos, com cerca de 48 mil novas unidades entregues.

A pesquisa não leva em conta a cidade de São Paulo em si pelo volume que ela representa no Brasil, mas sim os 32 municípios que compõem a sua região. Desta forma, Guarulhos lidera a representatividade com (19%), seguida por Osasco (13%) e São Bernardo do Campo (11%), com 48 mil, 32 mil e 27 mil novos apartamentos.

Entre os fatores apresentados no estudo para o crescimento de lançamentos nestas cidades está a proximidade com a capital paulista, que se mostra um grande atrativo seja para quem tem interesse em oportunidades de emprego ou para realizar investimentos, até mesmo imobiliários.

Outro ponto destacado pela pesquisa é o VGV dos municípios analisados. Esse é o índice imobiliário que analisa a viabilidade do empreendimento do ponto de vista comercial. Guarulhos lidera no ranking de cidades, com R$ 15 bilhões, seguido por Osasco com R$ 11 bilhões, São Bernardo do Campo com R$ 11,6 bilhões, Santo André com R$ 10,8 bilhões e Barueri com R$ 9,5 bilhões.

Preço médio dos imóveis

O levantamento realizado pela Viva Real também mensurou o custo dos empreendimentos nas cidades pesquisadas. Em uma análise geral, o custo médio de imóveis na região metropolitana de São Paulo está em torno dos R$ 268 mil. Neste primeiro quesito, Guarulhos não apresenta uma média muito diferente, somando R$ 272 mil. Também aparecem listados Barueri com R$ 409 mil; Osasco com R$ 268 mil; Embu-Guaçu com R$ 150 mil; Pirapora do Bom Jesus, R$ 162 mil e Francisco Morato, R$ 162 mil.

Preço por m2

Para chegar a estes totais também é importante observar o preço do metro quadrado da cidade analisada. Nesta avaliação, Guarulhos tem a menor média de preço, com R$ 4.767 o m².

Este valor representa R$ 700 a menos do que os valores encontrados nas cidades que pertencem ao ABC paulista e bem inferior se comparado aos R$ 8.205 do metro
quadrado da capital paulista.

Novos investimentos

Com os valores do metro quadrado de cada uma das cidades, pode-se avaliar de que forma isso se reflete no comportamento dos clientes e, principalmente, como isso se refere no mercado imobiliário de cada região. Em Guarulhos, observa-se um movimento crescente do mercado na região periférica da cidade, que conta com opções de imóveis a preços competitivos, que acabam sendo atrativos para quem busca um imóvel na região.

O levantamento mostrou que ainda existem muitos terrenos sem ocupação na região, o que pode contribuir para impulsionar o mercado. Entretanto, isso também deve requerer investimentos públicos em urbanismo, com obras para a implementação da rede de esgoto, água e energia; melhorias para aprimorar o trânsito e facilitar o deslocamento das pessoas.

No momento, algumas construtoras apontam que viabilizar empreendimentos na região exige construir condomínios maiores do que o normal em regiões que se apresentam mais desenvolvidas.

Outra novidade é o lançamento de empreendimentos de alto padrão, com uma área útil maior. Por outro lado, para aqueles que moram sozinhos ou buscam opções econômicas, há vários empreendimentos com kitnets em Guarulhos.

Texto: Eduardo de Andrade – Foto: Pixabay