Governo federal e Inep decidem adiar o Enem por 30 ou 60 dias

 

O Ministério da Educação e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) acabam de comunicar que, diante de demandas da sociedade e manifestações do Poder Legislativo, resolveram adiar a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por 30 ou 60 dias, ou seja, para dezembro de 2020 ou janeiro de 2021.

No entanto, o prazo para inscrições não foi alterado: continua sendo as 23h59 da sexta-feira, dia 22/5. Os inscritos serão consultados sobre a nova data que consideram ideal para a aplicação das provas.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub (foto), justificou a mudança de posição à movimentação do Congresso Nacional e ao diálogo com líderes do centro.