Banda Guarulhense lança clipe com linguagem em libras

 

Com a bandeira da “música livre” e distante dos rótulos, a banda Mariá lança o clipe da música “Amor além do corpo”, um reggae & rock com letra poética que reflete sobre o amor além do corpo físico: o chamado “amor de outras vidas”.

Além de valorizarem diversos estilos dentro da sonoridade da banda, a Mariá também aposta na mistura das expressões artísticas, apresentando um clipe que une a música e a dança para expandir sua mensagem.

Com letra que oscila entre o terreno e o astral, a música reflete sobre a ligação profunda entre as pessoas que se amam. “Um amor de uma mãe pelo filho ou um amor de um casal acontece antes dessa encarnação e vamos nos deparar com essa ligação depois dessa vida também”, conta Almir, cantor e compositor.

Nessa temática transcendental, o clipe de “Amor além do corpo” mergulha em um paradoxo ao usar diversas linguagens: a música, a dança e até as libras, para falar do amor, essa língua que não se define, não se traduz, apenas se sente.

Acreditando que o amor é uma linguagem universal, o clipe também usa as libras para conversar com as pessoas com deficiência auditiva, um público que precisa ser visibilizado no setor do entretenimento. “Acreditamos que a dança abraça aqueles que interagem com a música de uma maneira diferente. Nossa ideia foi criar um conteúdo inclusivo, que também chegasse a essas pessoas”, conta Ítalo, baixista da banda.

Para isso, a artista visual Lia Petrelli, responsável pela coreografia, estudou as libras e apostou em uma mistura entre essa língua e a forma como a música conversava com os corpos de cada uma das dançarinas. “No começo do clipe, existem frases inteiras em libras, e ao decorrer dele, usamos a intenção das libras nos movimentos. Só a intenção do corpo já comunica muitos elementos da música. As libras se manifesta no corpo, assim como a dança, por isso, o processo foi muito orgânico”, conta a artista.


Cena do clipe – Bailarinas: Lia Petrelli, Bárbara Serafim e Laura Patriota






Foto: Lucas Moratti

Link para o clip:

 https://www.youtube.com/watch?v=57FyhN0mfYM&feature=youtu.be