Sabesp instala válvulas para regular pressão e preservar meio ambiente

 

Depois que a Sabesp assumiu o abastecimento em Guarulhos, reduziu significativamente o volume de queixas de falta de água que chegam ao Click Guarulhos. A rigor, 1,2 milhão de pessoas livraram-se do rodízio em 2019, só havendo interrupção quando da realização de obras de manutenção ou para a expansão da rede.

A Sabesp continua executando obras no município para ampliar a oferta de água, com ações que contribuem para melhorar o abastecimento, levando mais conforto e qualidade de vida para os guarulhenses, além de ampliar a disponibilidade durante a pandemia, momento em que a água é tão fundamental.

Segundo informe da Cia., as ações já realizadas incluem, por exemplo, a instalação de 57 válvulas redutoras de pressão (VRPs), que possibilitam direcionar maior ou menor volume de água na rede. Desta forma, é possível monitorar as variações no consumo e adequar a disponibilidade de água às necessidades específicas de cada região. Outra vantagem é que, durante as ações de manutenção do sistema, é possível segmentar e isolar os trechos que receberão os serviços, reduzindo o número de imóveis que são momentaneamente afetados.

A Sabesp também fez a substituição de 32,7 mil ramais de água que apresentavam vazamentos e de outros 12 mil ramais de forma preventiva, para evitar novas perdas, além de 160 mil hidrômetros. 

Também foram realizadas 35 obras de implantação e substituição de redes de água, para melhor aproveitamento dos recursos hídricos, contribuindo para a melhoria das condições de abastecimento. Outro destaque foi a varredura de 4,5 milhões de metros de tubulações de água para detecção de vazamentos não visíveis.

Nos próximos dois anos, a Companhia intensificará as ações que vem executando desde o início das operações em Guarulhos para redução de perdas, por meio de diversas medidas, como a renovação da infraestrutura existente. Estas iniciativas, somadas, permitirão à Sabesp uma economia de 915,3 milhões de litros de água por mês, o que é suficiente para abastecer um município como Paulínia.  

A Sabesp informa que o objetivo é reduzir em 25% o volume total de perdas de água no município, proporcionando maior disponibilidade hídrica e, assim, melhores condições de abastecimento para a população, além de preservar os mananciais e o meio ambiente. 

Ressalta também a importância do uso consciente da água pela população, tanto para a preservação do meio ambiente quanto para a qualidade do abastecimento, principalmente neste momento de pandemia. A Sabesp orienta aos consumidores que reforcem os hábitos de higiene, visando o combate ao coronavírus, mas sem se descuidar do consumo responsável de água.