Máscara inibe 99% do vírus SARS-CoV-2 em apenas 2 minutos

 

A pandemia de Covid-19 criou uma conscientização sobre medidas preventivas com cidadãos entendendo a importância da higienização constante das mãos, do isolamento social e, sobretudo, do uso de máscaras.

Com a comprovação de sua eficácia no combate ao vírus, e a carência destes insumos no Brasil, o empresário Eduardo Kapáz Jr, da ELKA Plásticos, – empresa com mais de 60 anos de experiência na Industria de Plásticos e líder na produção Nacional de Brinquedos para Primeira Infância-, pensou em como poderia ajudar com algo relevante para a população. “Em quarenta dias estávamos com o protótipo pronto e em menos de 4 meses recebemos esta grande notícia”, fala Kapáz Jr.

Batizada de OTO MASK, ela foi desenvolvida em parceria com a Nanox, spin-off do laboratório de inovação e pesquisa em materiais da Universidade de São Carlos – UFSCar –  uma máscara super tecnológica com ação de inativação do SARS-CoV-2 no tempo de contato a partir de 2 minutos.

“A máscara foi elaborada com o antimicrobiano à base de prata NanoxClean que atua desativando a estrutura e o metabolismo da membrana lipoproteica do agente viral e impede sua replicação e ação no nosso organismo”, explica o diretor de operações da Nanox, Daniel Minozzi. 

A OTO MASK pode ser esterilizada com uma lavagem simples, utilizando água e sabão, e acaba de receber comprovação de eficácia em teste realizado em laboratório ICB/USP seguindo as recomendações da ANVISA e metodologias descritas em renomadas publicações. 

Eficiência, sustentabilidade e responsabilidade social

A Oto Mask pode utilizar dois tipos de filtros instalados em cada lateral da máscara capazes de reter poeira, aerossóis e agentes biológicos. O SMS, ideal para a realização de atividades do dia a dia como idas ao supermercado e farmácias e também por trabalhadores do comércio e escritórios e os filtros PFF2 ou N95 – modelos recomendados para profissionais de saúde que estão na linha de frente no atendimento, como médicos, enfermeiras ou atividades industriais que exijam proteção máxima.

O material possui um polímero flexível para ajustar os contornos ao rosto do usuário e utiliza, além de micropartículas de prata, sílica, que também ajuda na ação antimicrobiana do equipamento.

Outro grande diferencial do produto é sua sustentabilidade. A Oto Mask é impermeável, ajustável e reutilizável, produzindo menos lixo no planeta e foi desenvolvida com tecnologia e mão de obra nacional 100%.

Além da Elka e Nanox, a produção do projeto também contou com a colaboração o IEC, hub de empreendedorismo em inovação baseado em Boston, e possui filtro assinado pela Fitesa, uma das maiores empresas do mundo na área.

Com o sucesso no desenvolvimento da máscara e ciente de sua responsabilidade social, a Elka decidiu doar até 10% da produção da Oto Mask. “Até o momento, a Cruz Vermelha brasileira já recebeu mais de 600 unidades para proteger seus agentes da linha de frente no combate à pandemia”, conta o empresário Eduardo Kapáz Jr.

Para acessar o estudo completo, fotos e vídeos acesse o link:https://drive.google.com/drive/folders/1Sh_60ae_5bVA5F9HSAu7EE0gBg84suFN?usp=sharing