Eleições tranquilas em Guarulhos; boca de urna correndo solta

 

Em visita a diversos locais de votação na manhã deste domingo, 15, a reportagem do Click Guarulhos não visualizou aglomerações ou problemas no andamento das eleições municipais.

A prioridade aos idosos foi respeitada, mas muitos eleitores de outras idades compareceram no intervalo entre 7h e 10h, e mesmo assim não foram verificadas filas grandes.

Apesar de proibida, a boca de urna está correndo solta em Guarulhos. Os cabos eleitorais que ficam mais próximos da entrada das escolas não portam materiais. Os que estão entregando folhetos e santinhos ficam a uma ou duas quadras dos locais de votação.

No Parque Cecap, há boca de urna, mas não chega a ser de forma acintosa. Já nas proximidades da E.E. Padre Conrado Sivila Alsina, há muitos cabos eleitorais entregando material em uma praça e na própria avenida Bom Clima.

Não foi vista nenhuma fiscalização para coibir a boca de urna. Passa a impressão de que as autoridades jogaram a toalha quanto a essa prática nefasta, pois é uma forma indireta de compra de votos. O candidato contrata algumas milhares de pessoas para a boca de urna e, se parte considerável dessas pessoas votar em quem as contratou, ele/ela consegue eleger-se para a Câmara Municipal.

Muita sujeira



Algo que se repete a cada eleição: muitos papéis jogados nas ruas, principalmente perto das escolas onde há votação. Infelizmente, essa prática permanece porque há eleitores que confessam que votam com base em papéis que pegam do chão, quando o correto seria analisar o passado do candidato, qual sua ocupação e forma de sobrevivência, e avaliar se as propostas que defende são razoáveis. Enquanto eleitores votarem assim, os políticos continuarão agindo como sempre e o País não evoluirá.