Faculdades Guarulhos (FG) lançam Empresa Júnior, com “live” nesta quinta

 

As Faculdades Guarulhos (FG), que comemoram 50 anos em 2020, traz nesta quinta-feira uma “live”, a partir das 19h, lançando sua Empresa Júnior, uma ferramenta essencial para a capacitação de seus alunos. “Quem passa pela empresa júnior adquire um diferencial competitivo de mercado ainda dentro da graduação, tendo a experiência do trabalho na prática e a valiosa visão empreendedora, desenvolvendo suas habilidades empresariais. E é essa a motivação que nos faz trabalhar na criação da Empresa Júnior da FG, com foco em negócios, educação e saúde”, diz o professor Paulo Cadette Junior, coordenador do Curso de Administração da FG.

Como primeiro passo, nessa iniciativa foi convidado Levi Bortoni, diretor de expansão, e Pedro Baptista, líder de aceleração do Núcleo São Paulo da Fundação das Empresas Juniores do Estado de São Paulo (Fejesp), entidade fundada na década de 1990 e que trabalha para fomentar a criação de empresas juniores no estado.

Eles irão conversar sobre a criação da Empresa Júnior das Faculdades Guarulhos e os benefícios para os alunos e empresários da cidade. Também participam os professores Raouf Michel, Sérgio Roberto Silva e Miguel Silva.

Segundo o Núcleo São Paulo, a empresa júnior das Faculdades Guarulhos (FG) é pioneira na cidade de Guarulhos.

Empresa júnior: você sabe o que é?

As empresas juniores são criadas com o intuito de oferecer aos alunos a oportunidade de realizar projetos e oferecer serviços nas áreas de seus respectivos cursos de graduação. Com isso, eles têm vivências e experiências práticas durante sua formação. A fim de garantir o resultado, todo trabalho tem o acompanhamento de um professor da respectiva área do conhecimento.

Atendem às organizações do entorno da faculdade e da própria empresa júnior, que comumente enfrentam dificuldades de gestão e não têm acesso a consultoria profissional. Por terem reduzidos custos operacionais e de tributação, podem oferecer aos micro e pequenos empresários serviços de qualidade a um custo baixo. Assim, além de fomentar o empreendedorismo dos alunos, também colaboram com o desenvolvimento local e a economia como um todo.

Podem ser enquadradas no terceiro setor da economia e, de um ponto de vista legal, são regulamentadas pela Lei n. 13.267/2016 como associações civis sem fins lucrativos e com fins educacionais criadas exclusivamente por alunos do ensino superior ou técnica.

Fomento no Brasil

Criada em 2003, a Brasil Júnior – Confederação Brasileira de Empresas Juniores – tem a finalidade de propor e disseminar diretrizes nacionais que devem ser adotadas pelas federações estaduais, de modo a regulamentar a atividade das empresas juniores em âmbito nacional.

A Fejesp mostra alguns números sobre o setor:

  • 165 empresas juniores coligadas
  • 33 cidades no Estado
  • 30 instituições de ensino
  • Cerca de 3 mil projetos em 2019
  • 4 núcleos (São Paulo, Campinas, Bauru e São Carlos). O Núcleo São Paulo engloba a Região Metropolitana, Baixada Santista, Litoral Norte e Vale do Paraíba.

“O mercado de trabalho está em franca mutação, consequentemente criando oportunidades aos profissionais que estiverem aptos a compor essas novas posições e profissões. Entender que tecnologias e aderência a essas novas demandas serão fundamentais para o tão sonhado sucesso profissional é uma realidade. Aqui nas Faculdades Guarulhos (FG), não paramos nem mesmo durante a pandemia de buscar a excelência para preparar ‘novos’ profissionais para o ‘novo normal’, que serão disputados pelas melhores empresas. E mesmo de forma autônoma esses profissionais entenderão as demandas existentes para criação de novas empresas e geração de valor para a sociedade em nossa cidade, no estado e no País”, afirma Cadette Jr.

A live será transmitida a partir das 19h pelo Youtube da FG no seguinte link:

https://www.youtube.com/c/FACULDADESGUARULHOSFG/

Links de referências

https://fejesp.org.br/

http://www.planalto.gov.br/

https://brasiljunior.org.br/