Accenture oferece 220 bolsas de especialização para programadores

 

Estão abertas as inscrições para a Accademia Accenture, programa de capacitação voltado para programadores das áreas de Front End (Angular, React), Mobile (React Native), Back End (Java e Node.js) e Dados (Data Engineer). Ao todo, 220 candidatos serão treinados pela Gama Academy, uma das principais escolas de capacitação no mercado digital do País.

Os alunos poderão ser contratados pela Accenture, empresa multinacional focada em tecnologia da informação. As vagas são para atuar nas cidades de São Paulo, Recife, Campina Grande e Rio de Janeiro. O treinamento é gratuito e as inscrições para a primeira chamada estão disponíveis até 31 de janeiro no site . Novas chamadas ocorrerão durante o mês de fevereiro, as informações sobre as datas e cronograma serão atualizadas na página de inscrição.

A metodologia adotada na Accademia Accenture conta com aulas síncronas e assíncronas (aulas em tempo real e gravadas), com 200 horas de treinamento em hard e soft skills, aprofundando o conhecimento técnico e profissional de seus participantes que terão duração de até cinco semanas de imersão. O treinamento acontece entre os dias 8 de fevereiro e 4 de março, que se encerrará com a seleção de talentos para compor a equipe da Accenture.

“O investimento em treinamentos reflete a cultura e o comprometimento da Accenture em capacitação de seus profissionais da base (ou juniores). A ação ainda remete à alta demanda que temos nestas tecnologias em consequência à diversidade de projetos. Se o candidato tiver um background de tecnologia e estiver cursando nível superior, também vamos considerar – preferencialmente graduação completa, mas há flexibilidade” – explica Juliana Souza, gerente de Recrutamento da Accenture.

A Gama Academy tem como missão capacitar um milhão de pessoas até 2025. Em seus programas in company, já auxiliaram mais de 600 empresas como Magalu, Ambev, Vtex, Localiza, Itaú, Creditas, etc. A metodologia adotada pela Gama Academy tem como prioridade treinar o aluno para superar as demandas do mercado digital, não só pelo conhecimento técnico, mas também por meio das soft skills: habilidades comportamentais no meio corporativo como a capacidade de entrega, comunicação e colaboração entre as partes.

Para se inscrever, o candidato precisa comprovar experiência em desenvolvimento de no mínimo um ano, graduação completa e inglês intermediário. Os candidatos deverão disponibilizar os seus portfólios no github, gitlab ou similar. Em seguida, serão aplicados dois testes online, de múltipla escolha, para avaliar o nível da linguagem escolhida pelo candidato. As aulas começam no dia 08 de fevereiro.