Vacina russa será fabricada nas instalações que eram da Pfizer em Guarulhos

 

O prefeito Guti visitou nesta quinta-feira (28) a Inovat, empresa do Grupo União Química, em Guarulhos, onde será produzida a vacina Sputnik V, de origem russa, para a imunização contra a Covid-19. A Inovat ocupa a área onde, durante décadas, funcionou o laboratório Pfizer, na avenida Tancredo Neves. Em 2017, diante do potencial do município, a União Química adquiriu o complexo industrial e reativou várias linhas de produção. Hoje a empresa emprega mais de 700 pessoas.

Guti estava acompanhado do deputado estadual Jorge Wilson e do secretário de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (Sdceti), Jorge Taiar. Eles foram recebidos pelo presidente do Grupo, Fernando de Castro Marques, pelo vice-presidente, José Luiz Junqueira, e pelo diretor Roberto Cornette Marques. Durante o encontro, eles conheceram as instalações industriais da nova área biológica, que ainda será certificada nos próximos dias, para a produção da vacina Sputnik V.

Uma vez aprovada, a produção poderá iniciar de imediato, podendo também receber o IFA (insumo necessário para a produção das vacinas) importado, para acelerar o processo fabril.

Guti salientou que Guarulhos é um polo farmacêutico consolidado. “É muito gratificante ter uma indústria na cidade que produzirá a vacina para o combate da Covid-19”.

O prefeito também sugeriu aos empresários a possibilidade do município assinar nos próximos dias um protocolo de intenções para a aquisição da Sputnik V com o objetivo de imunizar a população guarulhense. 

Os investimentos em Guarulhos giram em torno de R$ 100 milhões, segundo o vice-presidente, José Luiz Junqueira.