Covid está em queda no mundo; o Brasil está no pior momento

 

O mundo soma neste domingo, último dia de fevereiro de 2021, o total de 114.672.267 casos confirmados de pessoas contaminadas com a covid-19. Entre essas, 2.542.553 tiveram mortes atribuídas à doença e 90.228.655 se recuperaram. O número de mortes é de 326.2 a cada milhão de habitantes. Consta que há 21.901.059 em tratamento, o que não é totalmente confiável, porque alguns países, como a França, não registram quantos efetivamente estão curados, o que faz com que o número dos que constam como em tratamento possa ser irreal.

A boa notícia, como se pode ver nos gráficos de novos casos e de novas mortes, é que ambos os índices estão em queda contínua desde 7 de janeiro. Estariam ainda melhores se em alguns países, como está acontecendo no Brasil, as novas variantes não estivessem ampliando de forma significativa o número de novos casos e de falecimentos.

No Brasil, os dados são cruéis: neste 28/2 o país atingiu 10.551.259 casos confirmados, que resultaram em 255.018 mortes. O índice de mortes por milhão é de 1.194. Nesta semana, foram registrados recordes de mortes tanto em um dia quanto pela média móvel dos últimos dias.

No gráfico à esquerda, veem-se os novos casos diários; à direita, os óbitos, dia a dia.

O total de recuperados é de 9.411.033 e há 885.208 pacientes em tratamento, o que faz com que em muitas cidades leitos de UTI estejam em falta. Em outras, o índice de ocupação de leitos para pacientes com maior gravidade passa de 90%, o que também as deixa à beira do colapso. Faltam leitos também em hospitais particulares.

Mesmo com uma situação dessa gravidade, milhares de pessoas insistem em se aglomerar em festas clandestinas, obrigando forças policiais a ocupar-se de impedir o funcionamento de muitas casas noturnas, em vez de cuidar da segurança pública propriamente dita. Na Zona Norte de São Paulo, bairro da Freguesia do Ó, o Procon paralisou uma festa com 500 pessoas no sábado. Pelo senso comum, essas aglomerações seriam causadas por jovens. No entanto, neste domingo, na Penha, a Polícia fez com que cessasse um baile da Terceira Idade, no qual estavam nada menos de 190 idosos.