domingo, 22 maio 2022
- PUBLICIDADE -
InícioCANAISJUDICIÁRIOJustiça de MG considera morte de motorista por covid acidente de trabalho

Justiça de MG considera morte de motorista por covid acidente de trabalho

 

A Justiça do Trabalho de Minas Gerais reconheceu, no dia 15/4, que a morte em decorrência da covid-19 pode ser considerada acidente de trabalho e concedeu uma indenização de R$ 200 mil para a família de um motorista de transportadora. Essa é a primeira decisão judicial nesse sentido desde o início da pandemia no Brasil. 

“Apesar de ser uma decisão de primeiro grau, e que, portanto, tem que ser reconhecida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais e pelo Tribunal Superior do Trabalho, é um precedente importante para que as famílias que perderam entes queridos sejam indenizadas sempre que as normas de segurança do trabalho forem descumpridas e causarem mortes ou prejuízos à saúde do trabalhador”, afirma a advogada Thaís Cremasco, especialista em Direito do Trabalho e Previdenciário.

O juiz Luciano José de Oliveira, da Vara do Trabalho de Três Corações, entendeu que, como o motorista contraiu o vírus durante uma viagem até Maceió, e como a empresa não comprovou que adotou todas as regras de segurança necessárias, assumiu o risco de que seu funcionário fosse contaminado. “O juiz reconheceu as precárias condições de trabalho a que o motorista foi submetido durante a viagem, que durou cerca de 10 dias”, explica a advogada.

Segundo ela, a decisão da Justiça de Minas terá efeitos também na esfera previdenciária. “Importante ressaltar que nos casos em que a covid for considerada doença do trabalho haverá implicações na esfera previdenciária, caso o trabalhador tenha necessidade de se afastar das suas funções”, completa a advogada.

Ainda de acordo com a especialista, além da indenização, a empresa terá que pagar uma pensão para a família durante o período que faltaria para a aposentadoria do trabalhador caso ele estivesse vivo. “É obrigação do empregador dar aos seus funcionários todas as ferramentas de segurança necessárias para proteger a sua integridade física”, afirma Thaís.

Na decisão, o juiz afirma que o motorista ficou suscetível à contaminação nas instalações sanitárias precárias nos pontos de parada e durante o trajeto, já que o caminhão foi manuseado por outras pessoas e não ficou comprovado que a transportadora cumpria todas as medidas profiláticas da cabine. “Neste caso específico, a empresa tinha que comprovar que forneceu a quantidade necessária de álcool em gel e máscara ao motorista, o que não foi feito”, completa.

A advogada ressalta que as empresas têm obrigação de fornecer máscaras e álcool em gel em quantidade suficiente para que o trabalhador se proteja durante o exercício da sua função. “Se uma empresa não cumprir, o trabalhador pode fazer uma denúncia ao site do Ministério Público do Trabalho da sua cidade”, explica.

Prefeitura de Guarulhos
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,566SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

ONG “Minha Down é UP!” pode ser reconhecida de utilidade pública

Nesta quarta-feira, 18/5, no decorrer da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Guarulhos, a representante legal da Associação “Organização Minha Down é UP!”, Danieli...

Entrega de declarações do Imposto de Renda 2022 ultrapassa 22 milhões

Mais de 22 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021, foram entregues à Receita Federal até as...

Presidente sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a medida provisória que torna o Auxílio Brasil de R$ 400 um benefício permanente. A sanção foi publicada hoje (19) no...

Empreendedores recebem mais de R$ 4 bilhões em incentivos do Governo de SP

Os empreendedores paulistas receberam do Governo de São Paulo mais de R$ 4 bilhões em incentivos financeiros, créditos e programas de qualificação desde 2019...

Cofundadora de ONG contra corrupção ressalta combate a hábitos nocivos

A advogada Mônica Rosenberg, cofundadora do Instituto Não Aceito Corrupção, em entrevista exclusiva ao portal Click Guarulhos, falou sobre os motivos que levaram à...