PUBLICIDADE
InícioCIDADEAdquirentes do Residencial Buriti reclamam que a obra não teve início

Adquirentes do Residencial Buriti reclamam que a obra não teve início

Publicado em
PUBLICIDADE

Comprador de uma das unidades do conjunto residencial Buriti, na região do Jardim São Domingos, estão preocupados com a demora no início das obras pela Construtora e Incorporadora Faleiros. Em 2022, houve polêmica quanto à conclusão do condomínio Cupuaçu, cujos apartamentos demoraram a ser entregues por questões pertinentes a ligação de energia elétrica, que dependia, entre outros fatores, segundo alegações da época, de negociação da Prefeitura com a CDHU, empresa responsável pela habitação popular no âmbito do governo estadual.

Segundo o comprador, após a parceria do CDHU com a Prefeitura, foi liberada a construção e os adquirentes estão pagando a quarta parcela referente à garagem. Entretanto, no terreno não foi assentado um tijolo até agora.

 

https://www.guarulhos.sp.gov.br/article/parceria-encabecada-pela-prefeitura-proporcionara-432-moradias-para-familias-no-jardim-sao

Ele cita que quando questionam a Faleiros pelo Serviço de Atendimento ao Comprador, sobre quais os motivos para o Residencial Graviola já estar semipronto e o Buriti ainda não ter sequer um tijolo assentado, não obtiveram resposta.

Por telefone, a construtora informa que está dentro do prazo, pois a entrega está prevista para agosto de 2024. “Estamos pagando por algo que não estamos vendo evolução. Zero!”, desabafa. 

Outra queixa é quanto à documentação. Em troca de mensagens, corretores respondem que a Faleiros pediu para que aguardassem ser marcado um momento solene para entrega dos compromissos de compra e venda.

Resposta da construtora

Guarulhos, 16/08/2023


Ao Click Guarulhos,


Em resposta ao questionamento publicado em 06/08/2023, Condomínio Buriti:

Atualmente temos em construção dois empreendimentos na mesma gleba de áreas no Jardim São
Domingos em Guarulhos-SP, a saber: Condomínio Graviola e Condomínio Buriti, ambos os
empreendimentos têm como credora fiduciária e entidade organizadora a CDHU (Cia. de
Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo). O empreendimento foi aprovado
pela PMG e Incorporado pela Faleiros, sua licença de obra contempla as Secretarias Municipais e
órgãos estaduais de Meio Ambiente, Licenciamento Urbano, CETESB, Grapohab. Nos dois
empreendimentos já cumprimos os Termos de Compromisso Ambiental (TCA) junto à PMG. Porém,
nos dois empreendimentos tivemos a interveniência da CFB (Coordenadoria de Fiscalização e
Biodiversidade), Regional Mogi das Cruzes, vinculado ao Governo do Estado de São Paulo, que
cumpre o papel de fiscalizador e não de licenciador ambiental.
O Condomínio Graviola foi prontamente liberado após os devidos esclarecimentos da
documentação apresentada e estamos em via de liberação do Condomínio Buriti para este mês.
Apesar de não termos iniciado as obras do Condomínio Buriti, o cronograma de entrega não foi
comprometido.
Sobre a entrega dos contratos, Instrumento particular de Compra e venda de imóvel em construção
com financiamento imobiliário e pacto adjeto de alienação fiduciária em garantia e outras
obrigações – Programa de Apoio ao Crédito Habitacional – Recursos do FPHIS, os mesmos estão
sendo entregues aos beneficiários do Programa Habitacional.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE