PUBLICIDADE
InícioCIÊNCIAÚltima superlua do ano iluminará os céus na quarta-feira, 30 de agosto

Última superlua do ano iluminará os céus na quarta-feira, 30 de agosto

Publicado em
PUBLICIDADE

A última superlua de 2023 está prevista para iluminar os céus na próxima quarta-feira, dia 30 de agosto. Neste fenômeno, a Lua aparecerá maior e mais brilhante do que o normal devido à sua proximidade máxima com a Terra, conhecida como perigeu. Nessa ocasião, a Lua estará a aproximadamente 357.181 quilômetros de distância da Terra. Em média, a distância entre a Terra e a Lua é cerca de 384.400 quilômetros.

Este evento marca a segunda superlua deste ano, a primeira ocorreu no dia 1º de agosto. A superlua se manifesta durante a lua cheia ou lua nova, como explica a Dra. Josina Nascimento, astrônoma do Observatório Nacional, uma unidade de pesquisa vinculada ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações).

“A superlua acontece na lua cheia ou lua nova, pois nestes momentos ela fica cerca de 90% mais próxima do perigeu, que é o ponto da órbita lunar mais próximo da Terra”, esclarece a especialista.

 

Josina ressalta que será possível apreciar a superlua sem a necessidade de instrumentos.

“Ao olhar para o céu, perceberá que ela se encontra maior do que em uma Lua Cheia comum. A diferença é bastante notável. A única interferência que poderia prejudicar a observação é a presença de nuvens. Caso contrário, se o céu estiver limpo, tal como ocorreu na primeira superlua deste ano, será um espetáculo memorável”, comenta.

“Uma característica interessante da Super Lua Cheia é que ela permanece visível durante toda a noite. Além disso, devido a uma ilusão de ótica, a Lua próxima ao horizonte parece maior. Para quem tiver a oportunidade de observar a Lua perto do horizonte, perceberá que ela parece maior e apresenta tons distintos, como amarelados ou avermelhados, de acordo com as partículas presentes na atmosfera”, acrescenta Josina.

O horário exato da Lua Cheia pode variar conforme o fuso horário. Para o fuso horário de Brasília, a Lua Cheia do dia 30 de agosto ocorrerá às 22h35. Para fusos horários com diferença de menos 4 horas, será às 21h35; menos 5 horas, às 20h35, e assim sucessivamente. No entanto, para o fuso horário menos 1, a data se altera para 31 de agosto, às 0h35. Nos demais fusos horários (0, +1, +2, etc.), a “Superlua Azul” também será observada em 31 de agosto.

Astrônoma do Observatório Nacional, Josina Nascimento, informa que o termo “superlua” foi cunhado pelo astrólogo Richard Nolle em 1979. Ele designou como “super” uma Lua Cheia que ocorre durante o perigeu ou a uma proximidade de até 90% desse ponto. Os motivos pelos quais ele escolheu o limite de 90% para sua definição não estão claros. Uma vez que o termo não tem origem científica, instituições astronômicas podem discordar sobre a distância da Lua em relação à Terra que define uma superlua.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE