PUBLICIDADE
InícioDESTAQUEIBGE registra o maior número de contribuintes da história da Previdência

IBGE registra o maior número de contribuintes da história da Previdência

Publicado em
PUBLICIDADE

O IBGE identificou um cenário aparentemente contraditório na situação financeira da Previdência Social: nunca tantos brasileiros contribuíram. Em contrapartida, ainda há um rombo financeiro a ser coberto. O número de trabalhadores com registro no setor privado está maior: 1,1 milhão a mais de 2022 para cá.

Esse aumento nos empregos com registro no país é o principal motivo para o Brasil ter batido um recorde: o número de trabalhadores contribuindo para o INSS nunca foi tão alto. No terceiro trimestre de 2023, 64,3 milhões de empregados destinaram uma parcela do salário para o INSS. O maior contingente desde quando o IBGE começou a fazer esse levantamento, em 2012.

 

A reportagem exibida no Jornal Nacional da TV Globo revelou ainda que o aumento na contribuição é um bom sinal, mas está longe de resolver o déficit na Previdência – que em 2023 já está em R$ 248 bilhões. Para tentar conter esse rombo, em 2019, a reforma da Previdência estabeleceu, por exemplo, a idade mínima para aposentadoria e o aumento no valor da contribuição para quem tem salários mais altos. O economista José Márcio Camargo explica que, ainda assim, não foi suficiente.

“A reforma da Previdência foi super importante. Você tinha, em geral, as despesas da Previdência Social cresciam entre 5% e 6% ao ano. Depois da reforma da Previdência, essas despesas estão crescendo 1,2%, 1,3% ao ano. É uma queda significativa, mas continua crescendo. Você tem que conseguir um modelo que faça com que o aumento de receita seja maior que o aumento da despesa. Aí você vai gerar o equilíbrio lá na frente”, afirma.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE