PUBLICIDADE
InícioCIDADEEntupimento de bueiro no Taboão continua sendo causado por empresa

Entupimento de bueiro no Taboão continua sendo causado por empresa

Publicado em
PUBLICIDADE

Estamos retomando assunto que já foi abordado no Click Guarulhos em dezembro de 2023 e em lives nas redes sociais, sem nenhuma solução até o momento.

Antes de apontar a causa, o Click Guarulhos já havia publicado algumas matérias a respeito dos transtornos causados à população pelos alagamentos que ocorrem na avenida Natália Zarif (marginal do rio Baquirivu), em frente ao Terminal Taboão de transporte coletivo. Em dias de chuva, as águas acumulam-se, invadem a calçada e não deixam alternativa para os pedestres e para os muitos ciclistas que circulam por ali. Uma live mostrou as dificuldades causadas às pessoas e, inclusive, ao trânsito da região, pela morosidade que esse fator acarreta ao tráfego.

 

Internautas enviaram mensagens ao portal, informando que o acúmulo de água no local se deve ao entupimento das galerias causado por areia decorrente da atividade da empresa Eco-x, especializada em reciclagem de resíduos da construção civil.

A Reportagem do Click Guarulhos foi ao local e confirmou que os bueiros próximos estão constantemente entupidos, cheios de areia e pedriscos. Não resta dúvida de que são provenientes da atividade de reciclagem da Eco-X: os caminhões saem da empresa com areia molhada escorrendo, o que contribui para o entupimento dos bueiros, além do que há também areia transportada pelo vento.

Diante da constatação, deveria a Prefeitura agir no sentido de determinar que a empresa efetuasse diariamente a limpeza da frente de suas instalações, inclusive com jatos d’água para desobstrução dos bueiros próximos, assim como é exigido dos empreendimentos de construção civil durante as obras.

Outro lado

Procuramos enviar questionamentos à Eco-x, utilizando o formulário de contato do site da empresa (www.usinaecox.com). Porém, o sistema de envio não está funcionando. Após ligação telefônica pelo número 2401-9209, fomos orientados a enviar e-mail para comercial@usinaecox.com, o que foi feito na manhã do dia 20/12, sem que houvesse resposta. Reproduzimos o texto da mensagem:

Solicitamos que a empresa se manifeste a respeito.
Admite que sua atividade contribui para o entupimento dos bueiros e consequente acúmulo de água na avenida e calçada, impedindo a passagem de pedestres?
Está disposta a providenciar a desobstrução diária da entrada do bueiro para sanar esses problemas?
Quais providências sugere?

Passados 5 meses, tudo continua igual

A Reportagem retornou ao local na sexta-feira, 17/5. Percebe-se nitidamente que a sarjeta da avenida Natália Zarif no trecho entre a esquina da avenida Joaquina de Jesus e a saída da Eco-X é muito mais limpa do que no trecho entre a empresa e o bueiro. Compare as fotos:

Se não há atitude no sentido de determinar que a empresa tome providências, então a própria Prefeitura deveria zelar para manter a limpeza das sarjetas e do bueiro, evitando que, quando voltarem as chuvas, haja novas inundações na avenida.

A demanda está sendo enviada à Assessoria de Imprensa da Prefeitura para encaminhamento aos setores responsáveis. Em havendo resposta, será publicada.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE