Neymar visita time de beisebol dos EUA; e os brasileiros?

 

Por Kimberly Chan

Se prepare, vai ser um longo post.

Primeiro, já me desculpo por causar polêmica. Eu particularmente não curto muito essas paradas no Facebook de ficar reclamando de tudo na vida, acho que temos que ser gratos por tudo que temos e colocar um sorriso no rosto, mas eu queria fazer um breve desabafo em relação a esse acontecimento retratado na foto abaixo.

neymar-baisebolNeymar, o jogador mais famoso de futebol do Brasil, um dos atletas mais reconhecidos no mundo, prestigiando um dos maiores times de beisebol dos Estados Unidos, NYM (que não nego que sou fã). Por mais que eu tenha amado essa junção do craque brasileiro com um dos meus times de beisebol favorito eu venho aqui dizer: Neymar, já parou pra pensar que no seu próprio Brasil existe não só um, mas vários times de beisebol?

Já parou pra pensar quão significante seria fazer exatamente a mesma coisa com o time que fica logo na esquina da tua casa? Aparecer num treino qualquer, bater umas bolinhas, conversar com os caras, tirar umas fotos… Brasil tem Beisebol. Brasil tem Softbol…mas ninguém sabe, e sabe porquê, NeyNey? Est[a todo mundo olhando você chutando bola pro gol…

Pode não ter ligação nenhuma com a vontade do próprio Neymar. Pode ser apenas uma jogada de marketing, mas não doí o coração ver o cara que veio da mesma lama que a gente, sofreu o que a gente sofreu, viveu o que a gente viveu, vive a mesma cultura, os mesmos costumes, e, mesmo assim, prestigiar outros que nem precisam tanto como a gente precisa?

A gente não se ajuda. A gente se evita, parece.


E provavelmente esse post não chegará em nenhum lugar, então só me resta tentar tocar o coração de vocês amigos. Ajude quem precisa de ajuda, olha ao redor e veja as pessoas te estendendo a mão pedindo socorro. As vezes a gente está num pódio tão alto que não vemos os mais próximos passando por sufoco.

Fora essa parada toda, agora o Neymar, pelo menos, sabe o que é beisebol.