Proguaru afirma que não pode fazer obra na avenida Palmira Rossi porque muro que caiu é particular

 

No dia 11, terça-feira, o Click Guarulhos publicou a respeito do risco de desmoronamento da avenida Palmira Rossi, no Recreio São Jorge: https://www.clickguarulhos.com.br/2020/02/11/perigo-de-desmoronamento-no-recreio-sao-jorge/

Em resposta a questionamento enviado à Proguaru, a empresa respondeu: “A Gerência de Comunicação da Proguaru informa que o muro que cedeu está localizado num terreno particular, portanto, a Proguaru não pode executar a obra. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano precisa ser acionada para notificar o proprietário e exigir a construção de novo muro. Tão logo a obra seja finalizada, a Proguaru pode executar a manutenção da avenida Palmira Rossi.”

A nota não esclarece se a própria Proguaru acionaria a SDU ou se a população do bairro deve fazê-lo. Moradores protocolizaram requerimento no Fácil em 6 de janeiro. Antes mesmo de postar a reportagem, o Click enviou a pauta à Assessoria de Imprensa da Prefeitura, que encaminha as demandas ao setor responsável pelo atendimento.


Prefeitura

O Click Guarulhos havia encaminhado pedido de informações à Prefeitura, que respondeu: “Agentes da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) atenderam a ocorrência e identificaram o risco na área. As famílias residentes seráo notificadas para a desocupação das moradias.”

Não foram fornecidas informações sobre providências que poderiam ser tomadas para evitar que o asfalto da avenida ceda. Moradores temem que algo grave aconteça, pois a via é utilizada por linhas de ônibus e o solo sob o pavimento está sofrendo erosão, agravada com esgotos que escorrem para a propriedade ao lado, cujo muro cedeu. Veja o vídeo: