Covas pede à Câmara e Dória à Alesp antecipar feriados

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, começou tratamento contra um câncer no Hospital Sírio-Libanês - Foto: Leon Rodrigues
 

Em coletiva no início da tarde desta segunda-feira, o prefeito Bruno Covas informou que está pedindo à Câmara Municipal para aprovar a antecipação de dos feriados municipais da Capital para a quarta-feira e quinta-feira desta semana, dias 20 e 21/5, para fazer com que o índice de isolamento seja maior, como forma de evitar o colapso do sistema de saúde. Ele pretende que sejam antecipados os feriados de Corpus Christi, 11 de junho, e o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, e disse que decretaria ponto facultativo na sexta-feira, 22, provocando emendar com o sábado e o domingo, pois as estatísticas mostram que em feriados e fins de semana é maior a adesão da população à quarentena.

No âmbito estadual, o governador João Dória anunciou que está propondo que a Assembleia Legislativa aprove a antecipação do feriado do Dia do Constitucionalista, 9 de julho, para a segunda-feira, 25 de maio. Dessa forma, os paulistanos teriam praticamente seis dias contínuos de interrupção de algumas atividades, o que tende a provocar menor circulação de pessoas pela cidade, já que, mesmo com o rodízio tradicional retomado nesta segunda-feira, foi intenso o movimento no transporte público da Capital.