Poupatempo e Detran passam a atuar juntos; Guarulhos reabrirá dia 26; algumas unidades no dia 19

 

Texto editado na quinta-feira, 13/8, 13h20, com informações atualizadas sobre a unidade de Guarulhos

Há muito tempo, os guarulhenses vêm perguntando quando seria a reabertura do Poupatempo, que é o mais bem avaliado programa de atendimento ao cidadão oferecido pelo Estado de São Paulo.

Finalmente, na coletiva desta quarta-feira, o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), anunciou que haverá abertura gradual, a partir da quarta-feira, dia 19/8, inicialmente em cidades que estão na fase amarela do Plano São Paulo. A unidade de Guarulhos foi classificada pela Prodesp, empresa do Estado que administra o Poupatempo, para abrir na segunda semana, na quarta-feira, 26/8.


As unidades irão reabrir com determinadas restrições: com fluxo de pessoas equivalente a 30% da capacidade de cada unidade.

Esta etapa de reabertura priorizará apenas o que houver exigência presencial, como primeira emissão de CNH e expedição de RG, por exemplo. “É importante destacar que 70% dos serviços oferecidos pelo Detran.SP hoje já estão disponíveis online. E 50% daqueles ofertados nos postos do Poupatempo também já estão digitalizados, ao alcance da palma da mão”, explica o diretor-presidente do Detran.SP, Ernesto Mascellani.

Ciretrans integrados à rede Poupatempo

O Poupatempo vai incorporar à sua gestão todos os serviços prestados pelo Detran.SP. A iniciativa vai alçar o órgão estadual de trânsito a um novo patamar em relação à digitalização dos serviços, como também aprimorar indicadores de qualidade e de eficiência, para que o Estado avance em mais uma etapa de integração, desburocratização e agilidade para facilitar a vida do cidadão.  

O novo formato de atendimento será implementado por meio de balcão único, oferecendo 242 serviços digitais, até 2022, em 340 unidades mais compactas. No dia 19/8, 252 retornam ainda na modalidade Ciretrans e oito unidades como Poupatempo. As Ciretrans que ainda permanecem exclusivas para atendimentos relativos a assuntos de trânsito serão transformadas semanalmente, até a transição plena da remodelação, prevista para estar concluída até 2022. Esta reestruturação operacional possibilitará ao Estado alcançar uma economia de cerca de R$ 100 milhões por ano.

O presidente da Prodesp, André Arruda, afirma que todas as inovações digitais desenvolvidas pela empresas até o momento permitiram colocar os principais serviços do Poupatempo e do Detran.SP na palma da mão de todos os paulistas. Acelerado pela pandemia do Coronavírus, o portal e aplicativo Poupatempo Digital mostraram-se fundamentais para a manutenção dos atendimentos. Segundo ele, mais de sete milhões de interações/atendimentos foram feitos em quatro meses. Isto representa mais de 65% dos atendimentos diários nas unidades físicas, estimados em 120 mil. 

Atualmente existem mais de 200 serviços sendo digitalizados pelo Poupatempo, em comparação com os sete oferecidos no início de 2019. E apenas cinco dos que apresentam maior volume de transações permanecerão sem digitalização. Como por exemplo, os atendimentos para emissão da primeira via do RG e a renovação da CNH, que requerem coleta biométrica e exigem a ida ao posto.  

Com a inserção do Detran.SP no Poupatempo, o Estado poderá expandir cada vez mais a relação dos postos físicos, atendendo um número cada vez maior de pessoas com melhor qualidade. E o Detran.SP, com isso, passa a se concentrar integralmente nas atribuições referentes às atividades de planejamento, coordenação e implementação de ações indelegáveis do órgão.