Guarulhos perde o gentil poeta Francisco Grosso

 

Faleceu neste sábado, 26/9, o poeta Francisco Grosso, notório participante de eventos culturais em Guarulhos.
Ele já estava adoentado há algum tempo, o que motivou sua ausência nas mais recentes edições virtuais do Sarau “Amor e esperança”. Seu corpo foi velado apenas das 8h às 10h, no Cemitério Primaveras.

Eu costumava dizer que o sobrenome dele era totalmente contrário à sua personalidade. Sempre muito educado e gentil, especializou-se em compor acrósticos (poemas cuja primeira letra de cada verso forma um nome ou frase na vertical). Inúmeras personalidades da cidade receberam uma de suas cartinhas manuscritas, inevitavelmente elogiosas.

Era também enaltecendo algo ou alguém que ele participou de praticamente todos os saraus promovidos no Espaço Novo Mundo e também no Espaço Cultural Bola de Artes, sempre acompanhado de sua esposa, Nemésia.

Em sua página no Facebook, estão sendo postadas inúmeras mensagens de carinho a ele e à família.

Reproduzo homenagem que ele fez para mim quando completei 65 anos e faço minhas as palavras dele, agora em seu louvor, agradecendo toda sua dedicação à cultura:

“Pois és um vencedor em sua sina
Já transpôs neste bela caminhada fina
Os obstáculos que surgiram em sua trajetória
E demonstrou a todos um destino de vitória”

Valdir Carleto