Eleição do Sindicato dos Servidores transcorre com chapa única em meio a polêmica

A eleição para o Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública de Guarulhos está transcorrendo nesta quarta-feira, apenas com a Chapa 1, encabeçada pelo atual presidente, Pedro Zanotti, tendo em vista que a Capa 2, liderada por Viviane Sena, decidiu retirar-se da disputa, alegando falta de transparência e de paridade. Desde o início do processo eleitoral, há um embate, por ter sido o edital de convocação publicado unicamente no jornal Valor Econômico e em nenhum dos jornais de circulação em Guarulhos.

A Chapa 2 acusa que não é legítima uma eleição na qual os mesários são estranhos à categoria e à cidade e indicados por uma só pessoa, de sindicato de São Paulo.

Já o presidente do Stap, Pedro Zanotti, rebate, afirmando que “presidente e mesários não são da chapa 1. Foram eleitos em assembleia da categoria conforme determinação judicial”.


Reproduzimos a carta aberta na qual a Chapa 2 justifica perante o funcionalismo sua decisão de não participar da eleição e pede para que os servidores não votem:


“Por falta de paridade dos mesários e presidentes das urnas que coletam votos (todos vinculados à chapa 1) nós da chapa 2 estamos nos retirando do processo eleitoral.
Em respeito à confiança depositada na chapa 2. E respeito ao voto que seria depositado em nós não podemos enganar o servidor e continuar a participar desse processo no qual até o último momento tentamos a paridade dos mesários, mas sem essa condição é impossível garantir um pleito limpo.
Não podemos participar nessas condições, é enganar o servidor achar que o o voto seria respeitado com 1 presidente, dois mesários, 1 motorista ligados à chapa 1 e apenas 1 fiscal da chapa 2 para acompanhar as urnas.
Agradecemos profundamente a todos , mas não é possível participar dessa forma.”

Reproduzimos nota do Stap sobre o processo eleitoral

Todas as urnas já coletam votos

Das 6 às 7 da manhã, desta quarta, dia 19, todas as 27 urnas foram instaladas para a coleta de votos, conforme os roteiros. São 19 urnas itinerantes e oito fixas, incluindo a que se encontra instalada na sede do Sindicato.
As seções eleitorais, hoje e amanhã, funcionarão das 7 às 19 horas. A partir disso, inicia-se o processo de apuração dos votos.
O presidente do Stap, Pedro Zanotti Filho, que encabeça a Chapa 1, afirma: “Saiu tudo a contento, sem intercorrências. Peço aos associados que exerçam o seu direito legítimo de votar”.
FISCAIS – A Chapa 2, embora com vários de seus representantes presentes no momento de saída das urnas, inclusive com a encabeçadora Viviane Senna e seu advogado Leandro Caetano, não apresentou fiscais.

Comentário
É muito provável que essa eleição seja questionada judicialmente pela Chapa 2.